Pages

Simplesmente flua momento a momento

Simplesmente viva, momento a momento, tão intensamente quanto possível.

Não se vive aos cadinhos.Não se esmola vida.

Não se pede licença para existir. Não se existe de favor.

Viver é apoderar-se dos instantes, copular com os dias....

Apossar-se do estar sendo, emprenhar-se do mundo, dos sentidos, do agora.

Vida é o caminho que se faz todos os dias entre a loucura e a sanidade...

Estar vivo é não ter medo de se perder nesse percurso.

18 de jul de 2012

Devaneios Pós Aniversário.

Agradeço a todos pelos recados deixados no Face, Instagram....As ligações que eu recebi, torpedos....E aos amigos e Familiares que estiveram presente em minha casa ontem para comemorar meu niver....Muito obrigada!


Fiquei muito feliz por todas as manifestações de carinho e consideração que recebi de todos vcs!

Mas vou confessar uma coisa, não sou boba nem nada....Claroooo! Sou ainda da época de ‘’curtir’’ e ‘’falar’’ ao invés de via Facebook, ou e-mail....Aos mais chegados, sim...Porque meramente impossível ficarmos o dia todo, ligando para todos os conhecidos e desejar Feliz Aniversário! Mas aos que temos enorme consideração, seja ele amigo ou familiar....Faço questão de dizer alô, e manifestar ali, simplesmente em uma ligação, ou uma visita quando possível, o quanto aquela pessoa é importante para mim!

Sensível demais, ou insensível de menos...Talvez sim, talvez não....Mas até ontem eu estava dando isso o nome de Tecnologia! Cada dia mais e mais ela nos engole...entramos num caminho sem volta, é verdade!

Mas hoje acordei, e deixei de concordar com isso!

Acho que a tecnologia não acaba com o afeto, é o ser humano que cada vez mais se esquece que é um ser social.

A tecnologia é extremamente positiva, pois não se esqueça que sem ela você não poderia se comunicar com uma pessoa no japão em tempo real, por exemplo.

É ela que consegue quebrar as barreiras entre as nacionalidades, é ela que dissipa o conhecimento. Imagina como seria a medicina ou a diplomacia se não houvesse a internet?

Imagina o jornalismo então...

A imprensa precisaria de um correspondente em cada canto do mundo! E isso partindo do pressuposto que existem telefones nesse cenário.

A tecnologia é extremamente importante e capaz de aproximar as pessoas. Porém, as pessoas acabam usando-a para saciar a necessidade de comunicação, ainda que de maneira superficial.

Hoje em dia, principalmente nas metrópoles, as pessoas vivem correndo de um lado para o outro. Tudo parece efêmero e todos vivem estressados e desesperados para acompanhar o ritmo do mundo. Talvez seja por isso que as pessoas não tenham mais tempo para fazer uma visita, fazer uma sequer ligação etc.

Hoje recebemos convites por scraps , torpedos.... É fato!!!! Perdemos o Tato....O Calor Humano!

Mas a culpa não é da tecnologia. A culpa é da sociedade que, por ser muito dinâmica e gananciosa, acaba deixando de lado as coisas importantes. Estamos dando valor exagerado para a tecnologia!
Tudo conseqüência do dinamismo do mundo e como tudo na vida tem um lado bom e ruim....

Mas não fico triste não, foi meramente um desabafo....Me perdoem aqueles que não me fiz entender....

Mas deixo claro, que ainda que seja a minoria, existem pessoas como ‘’nós’’ que fazem questão do afeto e do tato.

Nos apeguemos a isso, nunca percamos essa coisa mágica, esse é o diferencial mais sublime, que tecnologia nenhuma paga e nem o coração esquece!

....Assim todo o resto... Flui naturalmente!



Mônicat´s.





15 de mai de 2012

....Para Refletir.

Campanha publicitária do Citibank espalhada pela cidade de São Paulo através de Outdoors:


"Crie filhos em vez de herdeiros."

"Dinheiro só chama dinheiro, não chama para um cineminha, nem para tomar um sorvete."

"Não deixe que o trabalho sobre sua mesa tampe a vista da janela."

"Não é justo fazer declarações anuais ao Fisco e nenhuma para quem você ama."

"Para cada almoço de negócios, faça um jantar à luz de velas."

"Por que as semanas demoram tanto e os anos passam tão rapidinho?"

"Quantas reuniões foram mesmo esta semana? Reúna os amigos."

"Trabalhe, trabalhe, trabalhe. Mas não se esqueça, vírgulas significam pausas..."

"...e quem sabe assim você seja promovido a melhor ( amigo / pai / mãe / filho / filha / namorada / namorado / marido / esposa / irmão / irmã.. etc.) do mundo!"

"Você pode dar uma festa sem dinheiro. Mas não sem amigos."

E para terminar:

"Não eduque seu filho para ser rico, eduque-o para ser feliz. Assim, ele saberá o valor das coisas e não o seu preço."

8 de mai de 2012

Ser Mãe...

''Tão lindooo, tão verdadeiro, tão profundo! 
E para o dia das mães, dedico esse post a todas nós, MAMÃES.''

Ser mãe é uma confusão.

Uma mistura tão intensa de sensações e sentimentos que dificilmente quem não é entende. 
Ser mãe é uma caixinha de surpresas. Toda mulher ou quase todas, estão preparadas, mas não sabe. 
Quando chega a hora está lá, ''como'' ítem de fábrica. 
Ser mãe é ver a barriga crescer fazendo planos. E esses são os únicos 9 meses em que você vai ter tempo para isso. 
Porque ser mãe é viver um dia de cada vez, uma fralda de cada vez, uma mamada, uma soneca, manha, beicinho. 
Tudo de cada vez!!!
Ser mãe é saber que é hora, ''de quê'' sem olhar no relógio... É não ver o dia passar.... É saber que o mês passou só quando perguntam quanto tempo o seu filho tem...Ser mãe é se encher de orgulho quando falam “Nossa! Que grandão!”. 
Ser mãe é ser assim.... Forte sem ter noção da força... É escolher ''com o quê'' ter paciência.... É descobrir uma nova mulher em si a cada dia.... É não se importar com o resto do mundo, mas chorar ao pensar em que mundo seu filho vai crescer. 
Ser mãe é não pensar tanto no futuro.... É ter vontade de olhar fotos antigas para ver com quem ele realmente se parece.... Ser mãe, aliás, é achar que um dia ele é a sua cara, mas no outro ''de seu'' só tem a boca, ou o pé. 
Ser mãe é achar tudo lindo, tudo engraçado, tudo novo....É estar atenta as descobertas sem interferir muito. É aplaudir o acerto e ser firme no erro. 
Ser mãe é não ter sono... Ou ter e fingir que ele não existe.... É deixar de lado a vaidade, mas se achar linda com olheiras e tudo.... Ser mãe, para a maioria, é esquecer (pelo menos um pouco) que existe estria, celulite, peito caído, salto alto, bijuteria. 
Ser mãe é ser polvo.... É ter quantos braços forem necessários para carregar o carrinho, a bolsa, a chupeta, o paninho, o brinquedo e o filho. Ufa... Eu que o diga!
Ser mãe é procurar selo do Inmetro, peça pequena, peça grande, estímulo. 
Ser mãe é conseguir.... Conseguir amamentar, deixar na escola, com a babá, deixar crescer... É conseguir entender o choro e deixar chorar.... 
Ser mãe é ficar parada na beira do berço. É dizer “Deus te abençoe”. É entender que o amor existe em diversas formas, inclusive nessa, tão pura e transparente. É não pensar mais em morte, é entender a vida. Ser mãe é aguentar o tranco... É sentir dor nas costas, nas pernas, nos braços... E não sentir mais nada quando um sorriso se abre, quando um choro começa ou a tosse dispara... 
Ser mãe é discutir com o pediatra, é questionar o medicamento, é acreditar nas dicas da avó.... 
Ser mãe é renovar laços.... Com si próprio, com a família, com as tradições. 
Ser mãe é ter e ouvir os instintos....É ser leoa, ave de rapina. É ser desconfiada como a raposa e ágil como a lebre. 
Ser mãe é ser filha também, muitas vezes precisamos de um colinho! 
Ser mãe é mais aprender do que ensinar e mais ensinar do que aprender. 
Ser mãe é conviver... É deixar que convivam....É aproveitar cada fase do filho e de ser mãe. É cortar as asas e é deixar que voe. É correr pro abraço, esquecer o cansaço e trocar a fralda, preparar o banho, a mamadeira e escolher a roupa, tudo ao mesmo tempo. 
Ser mãe é estar completa. É ter o coração quente, os olhos cheios de lágrimas, os braços cheios de força e a cabeça repleta de idéias e preocupações. 
Ser mãe é ter sempre um filho a mais: ''o marido''. É entender o começo de tudo. É procurar explicações bem no fundo. É suspirar. É concordar discordando. É, desde o exame positivo, nunca mais estar sozinha, e mesmo sozinha, ter em quem pensar. É estar perto mesmo longe...
Ser mãe é seguir em frente. É não deixar que o tempo pare e é achar que passa rápido demais...
Ser mãe é ser mãe... Sempre!

De coração,
Mônicat´s

24 de abr de 2012

Meu cantinho....

Aiiiiii quanto tempo!!!!!
Que saudades do meu BLOG...e de vcs!
Como pode eu ter ficado tão ausente? Me sinto como estivesse fora de casa, longe das minhas coisas, dos amigos (vcs leitores) esse cantinho é tão meu, tão eu e tão de vocês que me acompanham!
Me Perdoem...honestamente, mil perdões!
Minha vida está uma loucura, tempo dividido entre meu trabalho e a Moda, que tenho paixão, pra quem não sabe, tenho uma página no Facebook http://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=248560101910005&id=100002680508944 vendo roupas lindíssimas para mulheres antenadas, que tem personalidade, e estilo irreverente! Entram e confiram...
Mas voltando na loucura...além disso, toda aquela rotina de ''ser'' dona de casa, que não é nenhuma novidade pra quem já conhece! Cuidar da Casa, marido, filho e cachorro! rs....sim tem o Duke, não posso esquecer do meu xodó peludo...Fora os compromissos pessoais, familiares....Que jamais podem ficar para trás, e para as minhas coisas, digo minhas mesmo, cuidar de mim, de fazer o que eu gosto, o tempo é escasso! Juro que eu queria mais horas no meu dia... ou alguns clones da minha pessoa, para dar conta de tudo que tenho pra fazer...Que Dureza :-((
Alguém mais aí está surtada como eu? Sério! Passaaaaaada.....
Mas o bom de tudo isso é que tenho vááááriaaaas histórias acumuladas pra contar! Algumas um tanto engraçadas e outras nem tanto, mas bastante interessante!
Vou postando aos poucos, afinal...como eu estava dizendo...Ah o Tempoooo....
Mas vou dando um jeitinho aqui, outro ali....Enquanto euzinha tiver vida....meu Blog também terá...Promessa!!! De uma forma ou de outra, estarei nem que seja um pouco ausente, ao mesmo tempo perto, e tendo uma brechinha, assim como eu tive agora, voltarei pro meu cantinho.

#Love

Mônicat's

Twitter Facebook Favorites More